Primeiro encontro nacional dos grupos de enteógenos em Pirenópolis, Goiás

De Lençóis na Bahia, que deixamos em clima de festas de São João, até Brasília são 1100 quilômetros. Todos percorridos de carona. Continuar lendo “Primeiro encontro nacional dos grupos de enteógenos em Pirenópolis, Goiás”

Diamantes e cachoeiras: Um road trip alternativo pela Chapada Diamantina

Semana passada, em clima pré São João, terminamos um pequeno road trip de 660 quilômetros de estradas ao redor da Chapada Diamantina. Visitamos juntos Lençóis, a cachoeira do Sossego, Igatu, Mucugê, o Buracão, o Vale do Capão e a cachoeira da Fumaça, a segunda maior do Brasil. Continuar lendo “Diamantes e cachoeiras: Um road trip alternativo pela Chapada Diamantina”

Chapada Diamantina: Caminhos molhados rumo ao inexplorado

O corpo humano é ainda uma máquina um tanto desconhecida. Enquanto que todo mundo entende o sistema das necessidades, ninguém ainda entende o das vontades. Continuar lendo “Chapada Diamantina: Caminhos molhados rumo ao inexplorado”

As 3 atividades mais intensas da Chapada Diamantina

Mesmo depois de passar algumas semanas na Chapada Diamantina o lugar continua oferecendo muita diversão e agregando valor. Decidi então listar aqui as melhores coisas para se fazer aqui e mostrar um pouquinho da intensidade do local nesse artigo. Continuar lendo “As 3 atividades mais intensas da Chapada Diamantina”

As vistas oblíquas da Chapada Diamantina: De Lençóis ao Capão

Das lindas praias do sul da Bahia até a Chapada Diamantina fizemos uma viagem desnecessariamente cara e longa em ônibus. O que teria durado 7 horas em carro (478km) demorou 14 horas em ônibus com uma escala de 50 minutos em Feira de Santana e custou 140 reais. Triste. Me fez questionar se no Brasil a carona não é um meio de transporte mais seguro e rápido do que o ônibus. Continuar lendo “As vistas oblíquas da Chapada Diamantina: De Lençóis ao Capão”

Barra Grande: Águas cristalinas e peixes coloridos

De Itacaré, sul da Bahia, são 66km até Barra Grande. Perto mas longe, porque quase todo o caminho é feito entrando em uma península por um trecho da BR-030 de terra, onde alternam partes em bom estado e outras com muitos buracos.

Assim, o difícil acesso para carros e caminhões permite que toda a península seja preservada. Todas as ruas do povoado são de terra, tudo muito bem organizado e bonitinho nada de crescimento desordenado; tem uma igrejinha na praça, mercadinhos, a padaria (favorita para os lanchinhos baratos) e é claro, não poderia faltar, incontáveis restaurantes gourmet. Continuar lendo “Barra Grande: Águas cristalinas e peixes coloridos”

Tempo firme em Itacaré

Crise, impeachment, rotina estressante, Trump(?!)… Esquece tudo e vem pra Itacaré. Esse paraíso, (literalmente, é sério) é o melhor lugar que eu encontrei para esquecer que tanta gente nesse nosso mundo pensa e age de maneira tão intolerante e egoísta.  Continuar lendo “Tempo firme em Itacaré”